ACT Pan Marine

TAICUPAM firma acordo possível

 

Os sindicatos marítimos e a Pan Marine assinaram em outubro o novo Acordo Coletivo de Trabalho. Os trabalhadores da empresa tiveram reajuste de 5%, ligeiramente menor que o INPC de fevereiro, que é o mês da data-base do ACT.

A compensação negociada entre sindicatos e Pan Marine ficou para o vale-alimentação, reajustado pelo INPC pleno de fevereiro, de 5,4%.

Em relação aos retroativos, a Pan Marine informou que pagaria a diferença dos seis meses – de fevereiro a outubro – na folha de novembro.

Os sindicalistas presentes na Federação Nacional dos Aquaviários para o ato de assinatura do acordo lamentaram o momento das empresas do segmento. Inúmeras perderam contratos com a Petrobras.

A própria Pan Marine é um exemplo desse quadro. Dona da hegemonia no offshore há aproximadamente 15 anos, quando chegou a administrar cerca de 30 embarcações, hoje tem uma frota de apenas seis.

Representando o TAICUPAM, o presidente, Ossian Quadros assinou o documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *