Meio ambiente

Reunidos em Londres pela Organização Internacional Marítima em julho, mais de 170 países chegaram a um esboço inicial visando descarbonizar o setor de transportes marítimos. Atualmente os navios respondem por 2% a 3% das emissões dos gases de efeito estufa.

A decisão tirada em julho é a base da primeira tentativa substancial da IMO de enfrentar a mudança climática, 20 anos após receber a primeira solicitação, relativa ao Protocolo de Kioto. A próxima rodada de negociações climáticas da IMO está marcada para outubro, em Londres. Alguns países, como China e Índia,manifestaram grande apoio aos combustíveis alternativos de baixas emissões de carbono,refletindo a posição de nações do Pacífico e da Europa. Este bloco sugere urgência na tomada de medidas no setor. Outros países, incluindo Brasil e Chile alegaram preocupações sobre impactos potencialmente negativos das medidas de redução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *