Proposta indecente

TAICUPAM rejeita proposta da Abeam para cortar salários

A Associação Brasileira de Empresas de Apoio Marítimo (Abeam) entregou na primeira semana de março ao SINDCONVÉS, SINDFOGO e TAICUPAM a proposta de renovação do Acordo Coletivo de Trabalho. O teor do documento, considerado indigno, foi rejeitado prontamente pelos sindicatos.

A primeira reunião das partes para renovar o ACT 2018-2019 aconteceu na sede do Syndarma (Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima), no Centro do Rio de Janeiro-RJ.

Os empresários propuseram redução de 30% nos salários e corte de várias conquistas sociais negociadas em Acordos Coletivos de Trabalho anteriores.

Os sindicatos se reuniram no dia seguinte na Federação Nacional dos Aquaviários, no Rio, e decidiram rejeitar a proposta.

– Já é um reflexo da reforma da legislação trabalhista, que tenta enfraquecer os sindicatos para voltar a explorar o empregado – afirma o presidente do TAICUPAM, Ossian Quadros [gesticulando na foto, ante o representante patronal].

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *