Regime 1×1 na Transpetro

 

 

Os sindicatos marítimos se reuniram mais uma vez em 29/6 na sede da Transpetro, no Rio, para tentar um acordo sobre o texto final do aditivo que acrescenta a cláusula do regime 1×1 de trabalho/descanso. Espera-se mais atenção da empresa na apresentação de suas propostas. Esta avaliação surgiu diante de algumas imprecisões no texto da Transpetro.

O TAICUPAM foi representado no encontro pelo presidente, Ossian Quadros [em primeiro plano na foto]. Segundo ele, os sindicatos querem que a estatal cumpra determinação do Tribunal Superior do Trabalho.

Sindicatos detectam falhas

Nesta mesa-redonda, a bancada sindical tomou a frente das negociações. E sugeriu que a Transpetro apresente uma proposta clara, revisada, sem as falhas já encontradas. Essas incorreções foram detectadas pelos sindicatos. Uma delas: o sumiço, na minuta, de cláusulas favoráveis e remuneradas de embarque, obtidas anteriormente em lutas e negociações.

O texto da Transpetro remetido aos sindicatos também deixou dúvidas sobre algumas transições. Como por exemplo: em que data a etapa seria convertida em vale-alimentação?

Um novo encontro deve acontecer em julho. Os sindicatos lembram à Transpetro que é preciso dar uma satisfação ao Tribunal Superior do Trabalho. Como se recorda, o TST determinou em audiência com as duas partes que a estatal apresentasse minuta do aditivo para implantação do regime 1×1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *